Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fábrica da Toyota em Sorocaba inicia exportação do Etios para o Peru

A Toyota Brasil anunciou a exportação do Etios para o Peru. O veículo que é produzido na fábrica da montadora em Sorocaba (SP), começa a ser exportado a partir do segundo semestre de 2016. Além do Peru, o modelo já é exportado para a Argentina, Paraguai e Uruguai. A meta da empresa é fazer com que o percentual de exportação da fábrica sorocabana passe de 16% para 30%.
Etios montado em Sorocaba será exportado para o Peru, além de Argentina, Paraguai e Uruguai (divulgação)

Embora a notícia não gere de imediato, novos investimentos para o município. Ela é importante para a manutenção dos empregados em um momento que o país vive uma desaceleração econômica, evitando que trabalhadores sejam demitidos.

O primeiro lote de exportação para o Peru será de 300 unidadestanto do modelo hatch quanto do sedã – mas já há a expectativa de aumentar esse número, tudo vai depender da aceitação do modelo no país vizinho.

“Por meio desta iniciativa, a Toyota mostra, mais uma vez, a importância da sinergia gerada entre as subsidiárias da marca na região da América Latina, visando, principalmente, reforçar para este mercado os reconhecidos diferenciais de qualidade, durabilidade e confiabilidade de seus produtos para o benefício de seus consumidores”, afirmou Steve St. Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Presidente da Toyota do Brasil.

Outro fator que vêm contribuindo para a consolidação da planta da Toyota em Sorocaba como exportadora foi a implantação da fábrica de motores em Porto Feliz, município vizinho a Sorocaba, onde funciona o Complexo Toyota Brasil.

No final do ano passado já noticiamos que, além das versões Hatch e Sedã do Etios, a Toyota pretende montar o modelo Corolla em Sorocaba e está em fase de adaptação, a previsão é de que em Novembro o processo seja iniciado.

Além do Peru e Argentina, Paraguai e Uruguai, outros países, em breve, deverão receber as versões hatch e sedã produzida em Sorocaba. O que, segundo o presidente da empresa no Brasil, vai consolidar como exportadora a planta do município paulista.